PRODUTOS QUÍMICOS
Banner
Cadastre-se e receba newsletter

 

 

 

Branqueador Óptico

 

 CAMPOS DE APLICAÇÃO DO BRANQUEADOR ÓPTICO

Fibras celulósicas
 
Processos por esgotamento: O branqueador óptico possui uma elevada substantividade sendo usada preferencialmente em processos por esgotamento. O limite de saturação pode ser aumentado mediante a elevação da temperatura de aplicação.
Em banhos quentes apresenta uma excelente migração. Particularmente interessante é a aplicação em banhos de alvejamento com peróxidos de hidrogênio, para gêneros de malha de algodão em barca de molinete ou para bobinas cruzadas em aparelhos de circulação. Neste segmento o branqueador óptico proporciona um branco brilhante azulado.
O branqueador óptico também é particularmente apropriado para o branqueamento óptico de fibras celulósicas regeneradas (viscose) e material têxtil estampada.
 
Poder igualizante: com o aumento de temperatura de aplicação, o branqueador óptico apresenta uma crescente tendência á migração. Com isso obtém-se uma excelente igualização do efeito, proporcionando um aspecto uniforme ao substrato tratado. O poder de migração pode ser ilustrado pelo ‘strike-migration-teste’ a diversas temperaturas.
 
Strike-migration-teste: A uma determinada temperatura, trata-se simultaneamente uma amostra previamente tratada com 0,5% de branqueador óptico liquido e uma amostra de igual tecido, sem branqueador óptico, duração do teste: 30 minutos. Em seguida, mede-se a fluorescência de ambas as amostras. Esse teste é repetido a diversas temperaturas.
 
Alvejamento contínuo: em banhos de alvejamento contínuo com peróxido de hidrogênio, devido a alcalinidade relativamente alta, a substância do branqueador óptico é reduzida, de maneira que se obtêm excelentes resultados de branco óptico.
 
Processo contínuos convencionais: recomenda-se aplicar o branqueador óptico em processos contínuos (foulardagem)apenas em casos onde a sua substantividade relativamente alta e resistência limitada aos ácidos não possam influenciar negativamente o resultado.

Fibras de poliamida
 

 O branqueador óptico é apropriado para branqueamento óptico, principalmente em condições com agentes redutivos neutros ou fracamente ácidos, do tipo ditionito de sódio sol. 33,5%.

Os tipos de poliamida facilmente tingiveis, isto é PA6, graças a sua melhor afinidade, poderão ser tratadas também á fervura, com bons resultados.

Lã e seda natural
 
O branqueador óptico é apropriado para aplicação no alvejamento redutivo com Ditionito de sódio sol. 33,5%. Efeitos de branco total são alcançados sobre material previamente alvejado com peróxido de hidrogênio.

Misturas de fibras
 
Celulose/poliamida: O branqueador óptico é apropriado para misturas de fibras celulósicas e poliamida (principalmente poliamida 6).
A baixas temperaturas (20 a 40ºC) o branqueador óptico monta exclusivamente sobre a aparte celulósica. Á temperaturas mais elevadas ocorre também a montagem sobre a fibra de poliamida. Escolhendo-se a temperatura adequada, obtêm-se um bom branqueamento óptico sobre ambas as fibras.
 
Poliéster/celulose: Para branqueamento de mistura de PES/CEL, recomenda-se a aplicação de banho de alvejamento com peróxido de hidrogênio. Nesse caso o branqueador óptico clareia apenas a parte celulósica.

Arquivos anexos

  • [especificaCAo]branqueadorOpticoliquido.pdf

Rua Stefano Soik,20 - CIC - CEP 81.450-586 - Curitiba PR
41 32450777 - 0800 7010775 - dipa@dipaquimica.com.br